Um alinhamento interior revela-se fundamental para que a conexão entre quem és e o que fazes seja cada vez mais clara e evidente.

Porque é que esta clareza se revela importante?

Porque quando este alinhamento interior se dá o que experienciamos a nível profissional respeita o que mais queremos viver e realizar.

Assim e começando pelo cerne, identifico como um dos primeiros pilares para que a tua estrela interior possa brilhar, o teu propósito.

Propósito

O propósito é relativo ao que queres ver existir no mundo. O que queres que seja transmitido para as gerações vindouras.

Como imaginas um mundo melhor? O que é que tu queres ver existir no mundo?

Para quê? Com que fim?

Missão

O segundo pilar assenta na Missão.

A tua missão é a razão que te motiva a fazeres o trabalho que fazes.

Qual é o teu contributo único?

De que forma queres que a tua marca transforme as pessoas com quem trabalha?

De que forma queres que ela transforme o mundo?

Essência

Outro pilar base na consciencialização do teu valor é relativo à tua Essência, à tua identidade. Sabes quando ouves aquela famosa expressão: “sim, identifico-me tanto; “é mesmo a minha cara”; “parece que foi desenhado para mim” ou então, “não me identifico, é mesmo muito difícil para mim”

Pois bem isto são tudo expressões que falam sobre a tua identidade. Quando a nossa identidade não está em sintonia, alinhada com o meio no qual trabalhamos ou no qual nos relacionamos acabamos por nos sentir descontextualizados, desconfortáveis e não conseguimos vestir a camisola.

Daí a importância de aumentarmos a nossa consciência a este nível, visto que não há talento que suporte uma não identificação.

O teu contributo para os outros e para o meio, tem que em primeira instância estar alinhado e ser coerente com a tua identidade.

Assim a resposta a questões como:

“Quem sou eu? Qual é o meu papel? O que é que realmente me apaixona?”

Revelam-se fulcrais para criarmos alicerces fortes e consistentes.

Valores

O quarto pilar fundamental é relativo aos valores. Diz respeito ao teu porquê?

Os valores são norteadores e definem aquilo a que damos importância e priorizamos em nossa vida. Impactam a nossa forma de pensar e principalmente o nosso sentir.

Sermos coerentes e honrarmos os nossos valores é fundamental para que possamos viver mais motivados e alinhados com a nossa verdade interior.

A coerência neste pilar assenta em basearmos as nossas ações e decisões nos nossos valores, só assim saberemos que estamos a seguir o caminho desejado.

Assim gostava que refletisses no seguinte:

O que é mais importante para ti na tua vida? O que queres respeitar? Porquê?

Enumera no mínimo entre 6 a 8 valores.

De entre todos os valores referidos, qual o que se destaca, qual é aquele que é mesmo imprescindível?

Este é um exercício que pode ser mais explorado, mas de uma forma mais simples revela-se importante estarmos mais conscientes dos valores ou do valor que queremos respeitar e honrá-lo, caso contrário podemos nos sentir mais desalinhados e desnorteados em nossas vidas.

Ação

Como faço? Como organizo na prática a minha vida?

Quais os comportamentos que caracterizam a minha ação?

Somos muito mais do que o nosso comportamento.

Contudo os nossos comportamentos impactam e muito os resultados que vamos alcançando.

Se efetivamente não estás satisfeito com os teus resultados, há comportamentos e características da tua ação que provavelmente não suportam o que queres alcançar e experienciar.

Quanto mais consciente estiveres da mesma, mais facilmente estarás apto a alterá-la.

Quando este alinhamento se verificar, vais sentir-te a fluir e a alcançar com certeza resultados mais satisfatórios e funcionais.

Faz sentido para ti?